Perigo na cozinha: cuidado com alimentos ultra-processados

Em um determinado momento da minha vida quando começaram a aparecer vários problemas de saúde eu tive que parar e reavaliar como estava levando minha vida. Na verdade, esse foi o conselho do meu médico que me alertou quanto aos resultados nada bons do meu último exame para check up. Ele me alertou inclusive que se eu não alterasse o meu estilo de vida, o que incluia alimentação e fazer exercícios, provavelmente teria vários problemas de saúde.

Foi ai que resolvi parar e reavaliar meus hábitos de alimentação. E pesquisando sobre isso na internet vi muita coisa que me ajudou a querer pesquisar ainda mais sobre o assunto. Havia certos conceitos que eu nunca havia ouvido falar na minha vida. Um destes conceitos que vi em uma daquelas reportagens alarmantes com letras garrafais era sobre alimentos ultraprocessados. “Mas que diacho é isso?” pensei assim que vi a matéria. Bem, para simplificar a conversa e ir direto ao ponto, tem a ver com uma forma de classificação que é usada para se referir aos alimentos dependendo do grau de transformação que sofreram e para isto há quatro classes em que os alimentos podem se encaixar: in natura, ingredientes culinários, processados e ultraprocessados.

Os alimentos in natura são aqueles que estão em seu estado natural, como são extraídos na natureza com manipulação mínima, não receberam nenhum tipo de aditivo e nem de longe passaram por qualquer transformação que lhes alterasse o seu estado. Alguns exemplos de alimentos in natura são as frutas, cereais, legumes, leite e assim por diante.

Os alimentos que se enquadram como ingredientes culinários sofreram algum tipo de ação humana para que pudessem chegar até nossas cozinhas, como é o caso do sal, do óleo vegetal, açúcar e alguns tipos de gordura animal. Embora tenham passado por algum tipo de processo de produção, tratam-se de processos considerados simples como moagem, prensagem, secagem e assim por diante. É o caso também de alimentos que foram extraídos de alimentos in natura como é o caso do fubá, farinha da mandioca, etc desde que não tenham recebido aditivos.

Os alimentos processados são aqueles que para serem feitos podem ter sido usado como matéria-prima alimentos in natura ou ingrdientes culinários só que passam por algum tipo de processo que adiciona algo a mais como o sal, o açúcar ou outras substâncias de uso culinário para aumentar o tempo de duração. Então são alimentos que recebem algum aditivo (natural ou químico) que lhes modifica o sabor, que altera sua consistência ou mesmo que lhes aumente o tempo de duração (com acréscimo de conservantes, por exemplo). Se encaixam nestes alimentos pães, conservas, alguns tipos de carne, etc. Então são alimentos cujo principal elemento são derivados de alimentos in natura ou ingredientes culinários e que combinados ou isoladamente receberam algum tipo de transformação que lhes modificou o sabor, a textura, a durabilidade, etc mas sem acrescentar nada mais além dos itens citados anteriormente.

E por fim temos os alimentos ultraprocessados. São alimentos que podem ser criados a partir das três classes anteriores mas com a diferença de que recebem muitos tipos de aditivos que usualmente não se classificam nas classes anteriores e que não poderiam ser usados como alimentos isoladamente por se tratarem de substâncias fabricadas em laboratório ou produtos químicos que não podem ser usados como alimentos se tomados de forma isolada. Geralmente os alimentos deste grupo possuem essências artificiais, xaropes produzidos na indústria usando processos químicos, derivados de petróleo como vários tipos de hidrocarbonetos, um monte de elementos que você não compra na feira livre que são produzidos por indústrias químicas.

Muitos estudiosos não consideram os alimentos desta última classe como alimentos verdadeiros devido ao seu baixo teor nutricional e o excesso de substâncias químicas que podem causar mal. Se encaixam nesta categoria salsichas, bolachas, vários tipos de cereais matinais, vários tipos de bebida láctea, refrigerantes e por ai vai. De acordo com vários especialistas você deveria ficar longe de alimentos dessa classe se quiser ter uma boa saúde. Quanto aos alimentos processados o ideal é que você diminua a ingestão desse tipo de alimento no seu cardápio. O ideal para se alimentar de acordo com especialistas são os alimentos in natura e os ingredientes culinários. Quanto mais desses dois tipos de alimentos você tiver no seu cardápio, é claro, de forma balanceada e equilibrada, mais provavelmente estará consumindo melhor alimento para você e sua família.

Eu modifiquei o meu cardápio e já se fazem 19 meses e o resultado é que melhoraram meus indicadores de triglicérides, glicose, meu peso, minha disposição física e mental. O que posso dizer ? Não acredito que os especialistas estão errados, eu sou apenas um blogueiro compartilhando minhas pesquisas, e atesto que acredito que há evidências de que podem estar corretas as suas descobertas. Da próxima vez que for ao mercado, antes de comprar, dê uma olhadinha na embalagem e veja a composição do que está comprando. Aliás, você provavelmente vai se assustar quando começar a reparar que muito daquilo que vendem como saudável, inclusive para crianças, deveria ficar muito longe da sua mesa e da sua despensa se quiser ter saúde de verdade. Faça o teste e depois compartilha aqui.

Como ser um marido melhor

Os melhores relacionamentos são aqueles em que ambos os parceiros desempenham seus papéis ativamente. Mas hoje vamos nos concentrar principalmente nos papéis desempenhados pelos maridos nas famílias tradicionais.

Pode parecer complicado mas na verdade tratam-se de medidas simples que visam resgatar os relacionamentos ou aumentar ainda mais o vínculo que os une.

Em primeiro lugar, preciso dizer que é necessário deixar o telefone de lado. O que deveria ser uma ferramenta para unir as pessoas acaba por fim servindo para afasta-las se não for usado com prudência. É muito comum hoje em dia as pessoas estarem numa roda de amigos e ao invés de conversar entre si ficam grudados no celular. Esse tipo de comportamento não tem sido diferente dentro de casa e ao invés de aproximar as famílias a tecnologia acaba as afastando. Por isso a primeira dica nesses tempos modernos é ponha o seu telefone de lado. Se não for possível ficar totalmente longe dele, coloque-o no silencioso ou desligue-o pelo menos por algum tempo para poder se concentrar em quem está ao seu lado.

Em segundo lugar esteja atento ao tipo de emoções que você traz para casa. Talvez você tenha de ser uma pessoa competitiva no trabalho, talvez tenha motivos para estar estressado, cansado, preocupado com seus afazeres profissionais mas pelo bem do seu casamento ao entrar em casa deixe os assuntos profissionais de lado e concentre-se nas pessoas que estão dentro do seu lar. Se o seu dia não foi lá tão bom não é culpa da sua família. Não desconte no seus entes queridos sentimentos de raiva, frustração e nem os sobrecarregue com seus problemas profissionais. Não quero dizer que você não possa desabafar e conversar com sua esposa sobre seu trabalho mas que, pelo bem da sua família, seus problemas e todas aquelas emoções do trabalho não deve ser descarregados sobre seus entes queridos.

Imagine uma esposa que ao invés de se alegrar com a chegada do marido contente e animado ao voltar para casa, fique ansiosa porque o seu marido provavelmente não vai chagar nem animado e nem feliz e pode chegar inclusive pronto para explodir.Será que essa esposa não sentirá frustração por não ter aquele homem por quem se apaixonou do seu lado? O lar deveria ser um lugar de paz, tranquilidade, união e amor.

É claro que não é tão simples tudo o que estou dizendo aqui. Não dá para virar uma chavinha e de repente mudar todo o seu humor mas dá para se esforçar, tentar ser alguém melhor quando chega em casa para aquelas pessoas que nos são mais precisosas.Nada justifica não dar atenção para sua esposa ou tratá-la com rudeza.

E por fim você deve tratar sua esposa como ela verdadeiramente é, uma rainha, senhora do seu coração e merecedora de todo seu carinho. Beije-a ternamente quando chegar em casa, abrace-a, diga-lhe o quanto a admira e se importa com ela. Se você a ama irá tratá-la com ternura, respeito e demonstrar a gratidão por tudo que ela faz. Expresse sempre sua paixão por ela e deixe ela saber porque você a ama.

Essas três dicas deveriam ser um hábito nas nossas vidas. Muita gente reclama do casamento e acha que há algo de errado com esse tipo de união. Na verdade o seu casamento pode ser muito feliz mas dependerá em muito da forma como você e seu cônjuge irão administrá-lo.A decisão está em suas mãos.

Banho de Floresta

árvores numa floresta

Recentemente saíram algumas publicações falando sobre uma nova forma de tratamento ou de prevenção a doenças chamada banho de floresta. O banho de floresta é uma espécie de terapia florestal que consiste basicamente em ir para uma área de floresta ou mesmo para um parque e passar algum tempo em contato com a natureza. Essa técnica é muito comum na medicina preventiva e ela tem trazido bons efeitos para aquelas pessoas que aderem a ela.

Mas como funciona isso? Você não irá se banhar em um rio ou banheira numa floresta, essa não é a ideia, se bem que uma excelente ideia. A ideia é passar algum tempo imerso na natureza. Inicialmente você terá de deslocar-se até uma floresta ou área verde e lá deverá se acalmar, tentar prestar atenção apenas no ambiente natural, se concentrando também na sua respiração, caminhando lentamente para poder apreciar tudo o que está à sua volta. O importante nesse ponto é começar a perceber tudo que esta à sua volta, as folhas caídas ao chão, os troncos de árvores, os animais que porventura estejam no local, prestar atenção às nuance de sombra e claro, tentar sentir os diferentes cheiros que estão presentes na floresta.

Quanto tempo será necessário? Recomenda-se pelo menos duas horas semanais mas se você não puder ficar tanto tempo de uma única vez poderá fazer breves caminhadas alguns minutos em dias alternados ou em vários dias da semana. A ideia é que gaste algum tempo na natureza.

Que benefícios poderá ter de gastar algum tempo na floresta? Já é sabido pelos praticantes dessa terapia que o simples contato com o cheiro da floresta é capaz de aliviar o estresse. Não é a toa que muitas pessoas quando resolvem tirar férias preferem ambientes onde haja mata, paisagens verdes, e outras regiões onde podem estar em contato com a natureza. Alguns preferem estar em contato com o mar.Outros gostam de ir até uma cachoeira, parque, jardim botânico, fazenda.No caso das florestas, de acordo com uma pesquisa realizada no Japão, foi constatado que os cheiros das plantas acaba ajudando a relaxar de uma forma natural.Inclusive tem-se tentado reproduzir esses cheiros dentro de casa ou em locais de trabalho para relaxar.Por isso que muitas pessoas usam aquela expressão famosa “respirar ar puro” quando estão em contato com a natureza, pois intuitivamente percebem que melhoram seu bem-estar desta forma.

Outro benefício relatado pelos cientistas é que esse mergulho na floresta ajuda nosso corpo a se tornar mais resistente. A natureza completa é um estímulo aos sentidos: visual, auditivo, olfativo, etc. Sem falar o incontável número de seres vivos que habitam o ambiente natural como bactérias e todo tipo de micróbios que estão ali presentes.Muitos desses são importantes para fortalecer o sistema de defesa do nosso organismo, o sistema imunológico. Há inclusive quem defenda que em ambientes assim deveríamos andar descalços para ter o contato direto com a terra, deveríamos tocar com as mãos os troncos de árvores ou mesmo pegar as folhas, além de inspirar profundamente.

Uma pesquisa feita no Japão constatou que o contato com ambientes florestais ajudou a reduzir em 13% a concentração de cortisol no sangue, 2% a pressão sanguínea e em 18% a atividade do sistema simpático. No entanto estas pesquisas ainda são novas e há muito o que pesquisar ainda.

O que sabemos até agora? Os cientistas descobriram uma correlação entre o bem-estar e o contato com a natureza. Tanto que em alguns países (como por exemplo, o Japão) esse tipo de contato intensivo com a natureza tem sido estimulado. Ainda não compreendemos plenamente como essa interação ocorre e como esses benefícios são percebidos pelo nosso organismo. Entretanto já foi descoberto que existem benefícios que são derivados desse contato com a natureza.

Então fica a minha recomendação para que você tome tempo para caminhar ao ar livre, sentar-se na grama, talvez debaixo de uma árvore, e gastar pelo menos algum tempo toda semana ou se possível várias vezes durante a semana para estar em contato com a natureza. Conforme já foi dito não sabemos muitas coisas até agora porque os estudos nesta área estão apenas começando, mas já sabemos que isso pode ajudar a melhorar seu sistema imunológico, diminuir o nível de cortisol no sangue, diminuir sua pressão sanguínea, e ter uma sensação de relaxamento que lhe trará mais paz de espírito para lidar com o estresse do dia dia.

Faça o que fala, lidere pelo exemplo

Faça o que fala, lidere pelo exemplo

Na imagem o chefe manda ir enquanto o líder vai junto e dá o exemplo

Você já deve ter ouvido aquele famoso bordão que diz “faço que eu digo mas não faça o que eu faço“.

Muitas vezes é dito na melhor das boas intenções por aqueles que desejam que o outro faça algo para o seu próprio bem.

Um pai, por exemplo, poderia proibir o filho de fumar enquanto ele mesmo é um fumante. Apesar de muitas vezes a intenção por trás dos conselhos de quem diz “faço que eu digo” ser boa, suas ações, se não estiverem em harmonia com o que diz, poderão levar ou até induzir a pessoa aconselhada a fazer o oposto do que se deseja. Isto porque ações falam mais alto do que palavras e deixam uma impressão gravada por mais tempo na memória.

Pense bem, nenhum homem impactou mais o mundo do que Jesus e não foi apenas o que ele disse como instrutor mas a maneira como ele conduziu suas ações, a forma amorosa como tratou as pessoas e por fim seu sacrifício pela humanidade que fizeram dele o maior homem que já viveu.

Palavras não enchem a barriga de ninguém, se você ver uma pessoa faminta e disser “coitadinho, está com fome” e não fizer nada de concreto nada irá mudar.

Apenas ações transformam o mundo.

Tenha em mente que suas ações podem causar mais impacto em outros do que quaisquer palavras.

Especialmente quando ocupamos uma posição de destaque e responsabilidade devemos estar mais atentos à mensagem que nossas ações transmitem.

Seja um líder, faço o que fala e lidere pelo exemplo.

 

Moringa Oleífera

Essa planta possui muitos nutrientes em quantidade grande, maior do que qualquer outra planta conhecida. Só para ter uma ideia das qualidades dessa planta, veja o vídeo abaixo:

A moringa oleifera é um daqueles super-alimentos que tem ajudado a combater a desnutrição no mundo.

Ela é rica em nutrientes que são necessários ao corpo humano.

No entanto, não deve ser consumida em excesso.

É de fácil cultivo e suas sementes podem ser compradas pela internet em vários sites. Embora a árvore chegue a atingir de 5 a 10 metros, recomendamos que ao cultivá-la em casa não a deixe crescer muito para facilitar a colheita das folhas e sementes.No vídeo recomendamos o corte dela ao atingir 1,80 metro de altura. Pode ser cultivada inclusive em vasos.

Super recomendado ter uma muda em casa.

Sobre a brevidade da vida

Veja nesta digressão de Paul Bowles retirada do livro O Céu que Nos Protege como não podemos desperdiçar um minuto sequer das nossas vidas.

“A morte está sempre no caminho, porém o fato de nunca se saber quando ela chegará, parece amenizar o caráter finito da vida. É aquela precisão terrível que odiamos tanto. E como não sabemos, temos a tendência a encarar a vida como um poço inesgotável. Entretanto, tudo só acontece uma determinada quantidade de vezes e, na realidade, uma quantidade muito pequena. Quantas vezes mais lembrar-se-á de uma certa tarde em sua infância, alguma tarde que faz tão profundamente parte de seu ser que não conseguiria imaginar sua vida sem ela? Talvez quatro ou cinco vezes mais. Talvez nem isso. Quantas vezes mais assistirá ao nascimento da lua cheia? Talvez vinte. E, no entanto, tudo parece não ter limites.”

Devo mandar muitas mensagens para meus amigos ?

Você tem um endereço eletrônico?

Se tiver, talvez esteja na lista dos que recebem spam (e-mail ou mensagem não-solicitado) que são enviados para grande número de pessoas.

Em geral esse tipo de mensagem pode ser mais do que mero aborrecimento.

Esse tipo de mensagem eletrônica oferece uma variedade enorme de produtos e serviços, porém muitos deles são enganosos.

Outras vezes divulgam o que ficou conhecido como fake news, ou seja, notícias tendenciosas ou falsas.

Hoje em dia há uma grande quantidade de artigos, notícias e vídeos na internet. Você não precisa enviar esse tipo de mensagem para seus amigos se eles não lhe pediram, quando precisar, eles mesmos podem acessar a internet e pesquisar.

Se você achou que um determinado conteúdo é muito interessante e talvez possa interessar a um amigo, encaminhe essa mensagem apenas para Aquele amigo que pode se interessar pelo conteúdo e não para toda a sua lista de contatos.

Tempo é um recurso escasso, não desperdice o tempo de outras pessoas enviando material inútil ou ainda que seja útil para você, que não foi solicitado por seu amigo.

Tenha cuidado em especial com as mensagens que oferecem uma oportunidade de ganho fácil (pirâmides), trabalho em casa, saúde e dietas e oportunidades de investimento que prometem te deixar rico, reabilitação de crédito e superpromoção de viagens que oferecem descontos irresistíveis.