Que carreira devo escolher ?

Que carreira devo escolher ?

Essa pergunta intriga muitas pessoas e vai continuar intrigando por muito tempo. É na passagem da puberdade para fase adulta que esta questão começa a tomar contornos mais acentuados.

Afinal de contas, quando adulto o indivíduo necessitará ter uma fonte de renda para se sustentar e manter a família que vier a constituir. Isso envolve dinheiro para pagar as despesas com casa, alimentação, saúde e muitas vezes criação de filhos, além de outras.

Mas o fazer da vida ? Que profissão escolher para ganhar seu sustento ?

Muitas pessoas não escolhem o que fazer, apenas “abraçam” a oportunidade que lhes aparece. Não que não tenham sonhos ou aptidão, muitas vezes falta-lhes oportunidade por não terem condições ou acesso a um leque de opções para poder escolher.

Outras pessoas até tem muitas opções mas justamente por não saber o que querem para suas vidas acabam optando sem muito critério por qualquer uma.

Qual o risco de não acertar na escolha ? O trabalho é onde você passará a maior parte do seu tempo livre o que significa que se você não for feliz no trabalho será infeliz a maior parte da sua vida.

Como então acertar na decisão, na escolha do que fazer ?

Tudo começa com DESCOBRINDO QUEM VOCÊ REALMENTE É.

A grande tragédia dos nossos tempos é que temos acesso a bilhões de páginas de informações na internet, milhares de livros nas bibliotecas, excelentes universidades e escolas mas a cada dia menos nos conhecemos porque essa grande enxurrada de informações também nos tira o tempo necessário para nos conhecermos.

O Auto-conhecimento exige tempo para reflexão, para meditação. Entender quem realmente somos e do que gostamos, quais são nossos sonhos para o futuro, objetivos e metas exige tempo. E muitas coisas disputam nossa atenção: televisão, internet, celular e tantas outras coisas que nos mantém constantemente ocupados com tudo e todos, menos com nós mesmos.

O que você pode fazer para melhorar o seu auto-conhecimento ? Confesso que conheço muita gente de 40, 50 anos e que mal tem idéia do que vai fazer da vida e isso não tem nada de errado. O que está errado é “deixar a vida te levar” ao invés de conduzir a sua vida. Qual a diferença ? No primeiro caso não somos donos do nosso destino e no segundo assumimos as rédeas, o controle da direção.

Só você pode decidir qual caminho é melhor para você mas para isso precisa antes saber onde quer chegar. Alguns pais decidem que seus filhos vão ser mecânicos, médicos ou qualquer outra coisa muito antes da criança aprender a falar “papai ou mamãe”. Mais tarde tentam persuadir seus filhos a realizar o seu intento. Algumas vezes isso dá certo, outras não. Algumas vezes o jovem se rebela e as guerras familiares tem início, outras o jovem concorda para não contrariar o pai e acaba tomando gosto pela profissão.Mas há situações em que mesmo tentando agradar os pais, mesmo tentando gostar da profissão imposta, mesmo se saindo bem na profissão, o jovem não é feliz porque aquilo não era o que ele queria e vive frustrado por estar em uma área que não gosta, muitas vezes até mesmo odeia, mas que não teve opção de escolha. E vai viver com essa frustração até poder mudar de alguma forma, ou aprender a gostar do que faz ou mudar de profissão.

Que tal portanto, antes de iniciar qualquer projeto de estudo que vai lhe tomar tempo , talvez anos da sua vida, gastar um pouquinho de tempo tentando descobrir o que quer em primeiro lugar ? Isso vai lhe economizar tempo no longo prazo e talvez bastante dinheiro, já que muitos cursos são caros. No final das contas a sua paciência e a demora em escolher o que quer para si terá válido a pena.