sábado, 30 de outubro de 2021

O preço da procrastinação



Se eu não fizer algo, nada irá ficar melhor. 
Nataniel Branden


O que é procrastinação? Procrastinação é protelar um ato, deixar para depois algo que poderia ou deveria ser feito agora. Nem sempre deixar um ato para depois é ruim. No dia a dia tem coisas que precisamos priorizar, então no ato de priorizar acabamos selecionando certas tarefas de acordo com sua importância que devem ser feitas primeiro e deixando outras para depois, por ter menos importância. No entanto, quando deixamos tudo para depois ou deixamos de fazer certas tarefas que são importantes primeiro, pode ser que estejamos procrastinando.

Por que é ruim procrastinar? Por ficar adiando coisas que são importantes para depois corremos o risco de não aproveitar oportunidades, corremos o risco de nos tornar improdutivos (o tempo perdido jamais será recuperado) e podemos fazer mal para nós mesmos e para outros. Certas atividades requerem atenção imediata. Por exemplo, se existe um problema na calha do telhado da sua casa e você não conserta porque não está muito a fim e vai empurrando para frente, porque está no período de seca e não costuma chover neste momento, pode ser que uma chuva fora de época te pegue de surpresa e cause prejuízo ou desconforto no seu lar ou pode acontecer também de quando você resolver procurar um profissional a mão de obra esteja mais cara porque na época da chuva todo mundo precisa do profissional e ele decida elevar seus preços (oferta x demanda) ou pode ser até pior, você não conseguir encontrar alguém que faça o serviço. Ficar adiando pode causar sérios problemas. Outra situação para entender o risco da procrastinação é o daquela pessoa que sente que não está bem de saúde mas vai adiando porque está sem tempo de ir ao médico e de repente o problema piora. Pequenos problemas podem se transformar em grandes problemas com o passar do tempo se não forem resolvidos.

Como parar de procrastinar: 
  1. Identifique as causas da procrastinação;
  2. Identifique o que realmente é importante e separe do que não é importante;
  3. Ao se planejar, coloque o que é mais importante na frente do que não é, respeite sua lista de prioridades;
  4. Tenha um planejamento que contemple o curto, médio e longo prazo;
  5. Atribua datas limites para a execução de determinadas ações de acordo com o seu planejamento e ajuste seu planejamento para que o tempo de execução seja realista;
  6. Organize suas atividades em períodos de tempo: mensal, semanal e diário;
  7. Deixe no seu planejamento espaço para manobras, sempre algo dará errado. No geral, reserve 30% do tempo para contingências para evitar correria ou urgências;
  8. Apegue-se à programação;
  9. Se algo não puder ser feito agora reprograme para depois e aproveite esse momento livre para adiantar outra tarefa;
  10. Faça uma lista com duas colunas e anote diariamente. Numa das colunas coloque um tique se você procrastinou e na outra outro tique se resolveu prontamente o que podia. Depois some os resultados de ambas colunas e veja se você está sendo mais proativo ou mais procrastinador. Monitore seus resultados continuamente até se tornar uma pessoa proativa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário