sábado, 30 de outubro de 2021

Como ser uma pessoa melhor - recompensas e punições

 Veja neste vídeo como um sistema de recompensa e punições pode te ajudar no caminho para o sucesso pessoal.



Este vídeo trata de: recompensas, punições, educar filhos, atingir o sucesso, mudar hábitos

Muitos pensam que punições podem ser úteis como forma de controle e educação. Basicamente o que é punição ? Punir alguém significa usar alguma ação que traga algum tipo de desconforto para a outra parte por ter tido um comportamento indesejável.

A punição é boa como forma de instrução? Esta é uma questão um tanto polêmica. Há pessoas que dizem que ninguém deve ser punido nunca. Isso significa que qualquer pessoa que cometa um crime ou tenha uma atitude irrepreensível não deveria sofrer nenhuma consequência. Deveríamos deixar as crianças fazer o que bem entenderem e jamais repreender quem quer que seja. Obviamente, esse é um conceito um tanto extremista da não punição, ou seja, jamais alguém deveria ser punido. Do outro lado há aqueles que são severos demais, defendem até mesmo penas cruéis para as crianças como surras, castigos exagerados, defendem que se cortem as mãos de ladrões e assim por diante. Percebemos que tanto de um lado quanto do outro o problema pode estar no extremismo, os dois extremos são ruins. A punição pode ajudar ter sociedades mais justas ? Sim, se forem aplicadas com justiça. Desde cedo as crianças precisam entender que há consequências pelos seus atos. Quando os atos são ruins alguma forma de punição pode ser desejável para demonstrar que há limites que devem ser seguidos. Neste caso, castigos que sejam proporcionais ao erro podem ajudar a criança a entender que há limites que devem ser respeitados sob pena de ter consequências ruins. Isso irá ajudar a criança na vida adulta quando ela terá que respeitar muitas normas sociais que se não forem respeitadas poderão trazer sérios prejuízos para ela. Entretanto, jamais devem ser usados castigos cruéis ou desproporcionais. Por exemplo, castigos violentos, como espancar uma criança, além de não trazer benefícios imediatos para a criança também podem estar ensinando a criança a resolver as coisas na base da violência. Então certos castigos podem trazer o efeito contrário do que desejamos. Às vezes simplesmente tirar o celular ou a televisão já podem dar bons resultados. Nunca se esqueça que toda disciplina deve ser feita com amor e justiça e jamais se deve agredir qualquer ser humano seja fisicamente, verbalmente ou emocionalmente. Agora imagine uma sociedade sem nenhum tipo de punição. Como seria? Você consegue imaginar todos os bandidos ficando melhores ? Empresas poluidoras deixando de poluir, empresas que praticam fraude deixando de lado esquemas desonestos e todos os políticos se tornarem honestos simplesmente porque não existe mais punição? Obviamente precisamos de certa medida de ordem que só é garantida por meio de um sistema de punição para aqueles que não respeitam as leis.
Será que você pode usar um sistema parecido para atingir determinados objetivos na sua vida? Sim, embora seja difícil para nós impormos castigos a nós mesmos, se formos extremamente disciplinados poderemos impor a nós mesmos um sistema de punição e recompensa para nos ajudar a mudar certos hábitos. Por exemplo, você poderia prometer para um amigo que toda a vez que ele te pegasse praticando um mal hábito você daria a ele uma certa quantia em dinheiro ou se você deixar de fazer algo que é muito importante você deverá se colocar de castigo, talvez sem ver tv por alguns dias ou algum outro tipo de punição. Como eu disse este tipo de método exige grande disciplina de quem quer aderir a este tipo de estratégia, mas sem disciplina dificilmente conseguimos também fazer coisas que requerem esforço extremo. Poderia também se prometer alguma recompensa toda vez que atingir seu objetivo, por exemplo, se dar um presente, comer algo que gosta, etc. São métodos que visam treinar nosso senso de disciplina pessoal e com isso fortalecer alguns valores que podem nos ajudar a melhorar nosso comportamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário