sábado, 30 de outubro de 2021

Como se livrar dos pombos em cima do telhado ?

Como se livrar dos pombos em cima do seu telhado ou beirais.

Estas aves que só fazem sujeira o dia todo também podem ser vetores de muitas doenças, como a criptococos[1] e outras, capazes de levar à morte.

Descubra neste vídeo como se livrar destes animais de um modo ecologicamente correto e sem muitas despesas, método de baixo custo e que não envolve matar ou machucar os bichinhos.


E você ? Tem alguma sugestão de como afastar essas aves da sua casa de uma forma ecologicamente correta ? Deixe sua sugestão nos comentários a seguir.
----
[1] Criptococose é uma micose causada pelo fungo Cryptococcus neoformans ou pelo Cryptococcus gattii. É a única levedura encapsulada que causa doenças conhecidas atualmente, um fator importante para seu diagnóstico com microscópio.Podem afetar pele, próstata, olhos, ossos, trato urinário e sangue. Este fungo geralmente se desenvolve nas fezes dos pombos. Uma pessoa infectada com esse fungo, dependendo do sistema imunológico que varia de pessoa para pessoa, pode ter sérias complicações.

[2]  Sobre a criptococose: "Não é agravo de notificação compulsória no país e seu diagnóstico é tardio, acompanhado de alta letalidade (45 a 65 por cento), constituindo importante problema de saúde pública. O presente estudo objetivou caracterizar a situação da mortalidade por criptococose no Brasil no período de 2000 a 2012. Trata-se de um estudo descritivo baseado em dados secundários obtidos do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DATASUS) e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Foram analisados 5755 registros de óbitos nos quais a criptococose foi relacionada como um dos estados mórbidos que contribuíram para o desfecho, sendo 1121 (19,5 por cento)registrados como causa básica da morte e 4634 (80,5 por cento) associados à AIDS e outras causas de imunodepressão. A taxa de mortalidade no Brasil, segundo causa básica foi de 0,47/milhão de habitantes e, por total de menções, foi de 2,41/milhão de habitantes". Veja mais em: Mortalidade por criptococose no Brasil (2000 a 2012)

Nenhum comentário:

Postar um comentário